O jogo musical psicomotor


Criado a partir de experiências com alunos e pacientes, de todas as idades, ao longo dos últimos 20 anos, o jogo musical psicomotor engloba conceitos das áreas de Música, Psicomotricidade e Neurociências. É mais que uma ferramenta metodológica. É uma forma de aperfeiçoar o desenvolvimento e a maneira de aprender porque proporciona estímulos diretos para organizar a recepção e o processamento dos estímulos recebidos.

O segredo é a maneira como os estímulos musicais e psicomotores são apresentados: de forma progressiva de acordo com as leis de maturação nervosa: do global para o específico, do todo para as partes, do simples para o complexo. Dessa maneira, a recepção dos estímulos se organiza e produz no participante uma sensação de competência e o desejo de evoluir em suas conquistas.

Independente da demanda, seja em contexto escolar ou clínico, sempre partimos do jogo. Em todas as culturas, o jogo musical é uma forma espontânea da atividade infantil. Utilizá-lo transmite segurança. Para os adultos é uma oportunidade de entrar em contato com a criança interna que floresce no contato com o brincar. A criança brinca para entender o mundo. O adulto brinca porque entende!

Para o professor ou terapeuta o jogo também é uma fonte de aprendizagem. É possível:

  • Detectar rapidamente a área forte do participante, o que facilita a seleção e organização dos conteúdos que serão desenvolvidos;

  • Observar a evolução dos participantes no decorrer das fases dos jogos;

  • Conhecer as infinitas possibilidades de respostas que cada indivíduo encontra para o mesmo estímulo;

  • Conhecer diferentes estilos de aprendizagem e muitas vezes enriquecer seu próprio estilo, ampliando-o.

Características do jogo musical psicomotor

  1. Os objetivos são compartilhados com os participantes: todos sabem o que se pretende trabalhar.

  2. É cooperativo. A riqueza está em experimentar e compartilhar diferentes caminhos, que se complementam, para atingir um objetivo comum.

  3. Parte da área forte do participante: as atividades propostas estão dentro do que o participante é capaz de realizar. Valorizamos suas conquistas o que o estimula a participar com confiança e segurança em novas atividades enfrentando desafios progressivos.

  4. A música é essencial e é escolhida com critérios específicos de hierarquização, por isso ela:
    - promove o desenvolvimento da estruturação, integração e adaptação rítmica;
    - fornece os conteúdos afetivos que geram a sensação de segurança e controle;
    - possibilita a sistematização dos movimentos de maneira prazerosa.

  5. Obedece às leis de maturação nervosa e enfoca em suas fases a função das partes corporais requeridas nas ações motoras. Assim os movimentos se tornam cada vez mais adequados à finalidade determinada, com gasto adequado de energia e esforço.

Não há movimento sem ritmo assim como não há ritmo sem movimento! Considerando as premissas filosóficas comentadas acima, sempre partimos de um ritmo africano porque é nele que estão as raízes de todos os ritmos.

Para exemplificar, compartilhamos alguns jogos e suas respectivas fases com referências explicativas. Algumas dessas fases foram criadas pelos próprios participantes do programa.

Conheça os jogos abaixo: